IEM São Paulo – Análise e Resultados

Olá a todos nesta quinta feira eu o Parrudao estou aqui para falar do evento que ocorreu ontem as semi-finais e final da IEM etapa São Paulo

Sem mais delongas as disputas da Semi-final foram:

Millenium x Seven Wars
OceloteWorld x Pain Gaming

Millenium x Seven Wars

Falando primeiro da disputa entre M e 7W,  no primeiro jogo a 7W com a sua dita composição ideal onde todos os jogadores estavam com seus picks confortáveis ( Yasuo, Elise, Gragas, Tristana e Fiddlesticks ) mas mesmo com esse fator o time da Millenium se mostrou superior em todas a lanes com um controle de visão completo e uma aproximação agressiva para a jungle não dando espaço para nenhuma tentativa de virada da 7W. Vitória da Millenium com autoridade. Vale também comentar a partidassa do Kerp mid laner da Millenium de Le Blanc, eu vi ao vivo ele jogando com track ball e carregando a partida o.o …

Partida 1 – AQUI!

No segundo confronto o time da 7W muda um pouco a composição já que o Gragas foi pickado pelo time da Millenium e a Elise foi banida pela própria 7W para não correr o risco dela cair nas mãos do Araneae. Com um pick incomum de Pantheon na Mid Lane contra uma pouco usada hoje Morgana que mostrou que ainda é viável e forte, o jogo seguiu bem o ritmo do anterior mas com uma diferença, na hora de fazer o cerco o time da 7W encaixou uma sequencia de lutas muito boas e quase conseguiu iniciar uma virada fazendo uso do combo dos ults da Vi e Yasuo para tirar o ADC da M da luta. Porém, em uma das lutas o Gragas conseguiu zonear o resto o time após o engage da 7W e conseguiu matar um a um do time da 7W.

Partida 2 – AQUI!

A superioridade da Millenium era evidente mas eu fui surpreendido pela qualidade da Seven Wars. É um time que se continuar neste caminho vai dar trabalho por que o nível de teamwork deles é fora de série, sempre com boas calls e a capacidade de se manter calmos mesmo em partidas difíceis.

OceloteWorld x Pain Gaming

Primeira partida foi muito boa mas mostrou a fraqueza do time OCE: a falta de entrosamento. O jogo foi equilibrado até que em uma luta no mid o Minerva suporte da Pain acertou um Flash + Crescendo em 3 jogadores da OCE seguido por um ultimate da Orianna do Kami e, com um follow-up adequado, continuaram levando tudo e de repente a partida havia acabado.

Partida 1 – AQUI!

Partida bem menos disputada que a anterior e sinceramente muito chata de assistir, os dois times jogaram de forma passiva a maior parte do tempo até que as lutas começaram e o time da Pain conseguiu a vantagem e apenas continuou a explorá-la, eventualmente levando a partida. A unica ressalva é a péssima atuação do Ocelote de Le Blanc que tem o mérito de ter tentado algo novo para ele mas falta praticar um pouco para conseguir usar neste nível.

Partida 2 – AQUI!

A Pain mostrou um jogo forte desde o inicio e o time da Ocelote que era uma incógnita por ter sido montado recentemente não conseguiu fazer com que o jogo fluísse e acabaram sendo presa fácil para principalmente o roam do Kami.

Millenium x Pain Gaming

O primeiro jogo é uma AULA de League of Legends. O jogo começa com uma invasão da Pain que deu errado, tão errado que 2 jogadores da Pain morreram no processo, e com esta pequena vantagem o time da M comprou WARDS e o controle de território começou. Esse controle sobre todo o mapa feito pela M foi impressionante, eles negaram tudo o que era possível, se não me engano o Kami conseguiu apenas o quarto blue do jogo.  E sabendo manipular a movimentação do time da Pain apenas com posicionamento para levar torres de graça, com jogadas espetaculares em todas as lanes, na top lane em 20 minutos de partida o Venom tinha menos de 100 de cs, o jogo acaba e quase todos os jogadores da Millenium tem 2 itens fechado na frente do time da Pain. Depois dessa partida virei fã do Araneae.

Partida 1 – AQUI!

O segundo jogo foi mais parelho principalmente porque a Pain brigou para retomar o controle de sua própria jungle conseguindo pegar o Araneae em uma tentativa de roubo de blue, mas desta vez quem desequilibrou o jogo foram as próprias lanes que conseguiram ganhar por si só e naturalmente com as kills e o gold, a partida demonstrou que a Pain apesar de ser um bom time ainda tem que crescer mais para alcançar o mundo. Vale ressaltar a atuação do Kami que sem sombra de duvidas foi o melhor jogador da Pain em todas as partidas da IEM.

Partida 2 – AQUI!

Bom esta foi a minha analise das fases finais da IEM São Paulo, o evento em si foi bem organizado apesar da falta de cadeiras, mas a única coisa que realmente me incomodou foi a atitude da torcida em relação ao desempenho da Pain na final, quando o time estava bem a torcida estava junto, quando o time começou a perder uma parte da torcida saiu e já dava o jogo como perdido. A parte que saiu era minoria comparada ao total de pessoas mais ainda assim era bastante gente, “torcer para time que está ganhando é fácil”…

Vejo vocês nos Campos de Batalha.

Parrudao

Anúncios

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

About Parrudao

Jungler por natureza, desde a season 1, um pouquinho só viciado em cenário competitivo, só assistindo NA, EU, KR, SEA e BR.

Concorda, discorda ou muito pelo contrário?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: